Tudo sobre painéis e azulejos elevados em interiores de cozinha

Empregos

Os painéis de decoração de cozinha podem ser uma parte importante da decoração. Este é especialmente o caso quando o material é escolhido com uma função decorativa explícita. Plástico, madeira, pedra artificial, vidro – há realmente muitas opções.

O que é um painel falso para a cozinha: vantagens e desvantagens

Os painéis de aparar são materiais decorativos em folhas que podem ser utilizados para uma variedade de fins:

  • Para fechar a lacuna entre os elementos do mobiliário de cozinha numa parede;
  • Para cobrir a unidade fixa de um filtro de água de cozinha;
  • Suavizar o plano da parede;
  • Esconder falhas na parede;
  • Esconder os cabos eléctricos e as tubagens;
  • Para decorar a zona do avental.

Para além do objectivo principal de qualquer painel de revestimento tem uma tarefa adicional – garantir a segurança da parede, comunicações ocultas, os cantos do mobiliário.

As vantagens dos painéis elevados são consideradas como tal:

  • Preço acessível. Para instalar um painel de aglomerado, contraplacado, plástico é muito mais barato do que mosaico ou mosaico de parede. É sempre possível encontrar um material adequado para o preço e desenho.
  • A durabilidade é longa.
  • A escolha das opções de desenho é quase ilimitada.
  • Instalação simples – pode ser instalada por si próprio.
  • Manutenção diária simples.

As desvantagens são geralmente a incapacidade de muitos materiais para suportar o calor do fogão. Isto aplica-se ao plástico, MDF e aglomerado de partículas.

Funcionalidade dos painéis elevados

A capacidade de um painel decorativo para disfarçar coisas que não são as mais esteticamente agradáveis é utilizada para o máximo efeito na cozinha. Um exemplo típico é a capacidade de mascarar a capota do extractor. Para este fim são escolhidos painéis removíveis, que são fáceis de instalar e podem ser removidos se necessário. Se o exaustor avariar, pode ser reparado sem qualquer problema.

Da mesma forma, fios, cabos e tubos podem ser ocultados. A única recomendação é não utilizar plástico ou contraplacado, pois o aspecto da decoração pode ser severamente danificado pela humidade, variações de temperatura e condensação.

Um painel de revestimento ajudará a eliminar defeitos no rearranjo da cozinha. Se os armários caírem subitamente e surgirem lacunas inestéticas, pode cobri-los com uma decoração e devolver o quarto a um aspecto limpo sem grandes despesas.

A utilização de painéis de revestimento é vantajosa por muitas razões. O cimento e o gesso não são necessários para a sua instalação, e a parede atrás deles não precisa de ser renovada. Tudo o que não é agradável à vista está firmemente escondido, e o painel pode sempre ser substituído se o antigo se deteriorar ou se aborrecer.

Materiais de construção

A escolha de materiais é enorme, e é sempre possível encontrar algo ainda mais invulgar. Das opções experimentadas e testadas, as seguintes são consideradas as mais populares.

Painel de revestimento de cozinha feito de madeira natural

Nem toda a madeira é adequada para a cozinha, para o fabrico de painéis são normalmente tomadas apenas espécies resistentes à humidade: carvalho, amieiro, cedro, ácer. Para proteger contra incêndios acidentais e ataques fúngicos, a madeira é tratada com camadas de retardadores de fogo e anti-sépticos. Ao escolher um revestimento de verniz, é dada preferência a compostos resistentes a danos mecânicos que não emitem qualquer odor após a secagem.

A depilação com cera ajuda a preservar e realçar a beleza natural da madeira sem o uso de verniz. Deve ser renovado a cada 3-5 anos.

Pedra artificial

Os materiais compostos modernos são difíceis de distinguir, à primeira vista, da pedra natural. Tanto mais que o custo de tais acabamentos é, por vezes, bastante elevado. O cliente pode escolher qualquer imitação: ônix, mármore, basalto, granito, etc.

Muitos esquemas de cores podem ser escolhidos para se adequarem ao seu interior. A superfície lisa requer muito pouco cuidado.

Nem todos os compósitos conseguem suportar o calor do fogão. Deve ler a ficha de dados do material e a declaração de conformidade do fabricante antes de comprar.

MDF, aglomerado laminado

Um painel de aglomerado parece atraente, é barato e fácil de montar. As desvantagens incluem baixa resistência à humidade e não a vida útil mais longa (geralmente menos de 10 anos). Além disso, o material que não se destina a ser utilizado em cozinhas pode emitir vapores nocivos e deteriorar-se rapidamente a partir da lavagem normal.

O MDF é mais adequado para uso na cozinha e não é por acaso que é o material mais utilizado para frentes de cozinha. Os painéis mais duráveis são feitos de MDF lacado ou protegido com acrílico.

O MDF pode ser decorado não só em vários tipos de madeira, mas também em tonalidades monocromáticas puras e impressões fotográficas.

Metal

Não é o material mais habitual, pois o custo deste acabamento é muito elevado. No entanto, vale a pena lembrar que é assim que as paredes nas áreas de trabalho das cozinhas profissionais nos restaurantes são acabadas. O aço inoxidável pode ser acabado em cores foscas ou brilhantes e é resistente à ferrugem e a todo o tipo de temperaturas elevadas. As contaminações mais difíceis podem ser removidas com facilidade – é difícil danificar a superfície.

As manchas são mais visíveis em superfícies brilhantes e, portanto, terão de ser limpas com mais frequência do que em superfícies mate.

Revestimentos em PVC

No painel de uPVC tem muitas vantagens, mas dos inconvenientes são notadas a baixa resistência mecânica, toxicidade num incêndio, instável ao calor. No entanto, o PVC é barato, não tem medo da humidade, de concepção infinitamente variável, fácil de limpar da sujidade, fácil de instalar.

Vidro

O vidro tem uma vasta gama de texturas, cores e decorações, o que abre infinitas oportunidades para a experimentação no design de interiores. Na cozinha, escolher o vidro como acabamento de parede não é uma escolha particularmente surpreendente. Tal superfície é fácil de cuidar, e a oportunidade de imprimir qualquer imagem dá-lhe a oportunidade de se sentir como um verdadeiro artista.

Cerâmica

Os azulejos na cozinha são azulejados, mas de uma forma diferente. Pode utilizar adesivo para ‘colar’ os azulejos em qualquer superfície dura (contraplacado, OSB, placas de gesso cartonado, etc.). A vantagem desta solução é que pode esconder todas as utilidades necessárias e, se necessário, aceder facilmente a elas, bastando para tal remover o painel.

Regras de escolha

Uma parede falsa na cozinha é utilizada da mesma forma que o mobiliário, razão pela qual os requisitos para o material são semelhantes:

  • resistência à humidade;
  • resistência à temperatura;
  • A capacidade de reter a cor sob a luz solar;
  • resistência mecânica.

Uma vez determinado um material com estas características, pode-se passar à escolha do seu desenho. A qualidade dos bordos deve ser verificada e deve ser obtido um certificado de qualidade do retalhista.

A escolha do desenho

A abordagem ao desenho do painel de fascia pode variar. Se quiser fazer uma declaração na sua cozinha, pode utilizar as mais espectaculares impressões e holofotes em 3D. Se quiser esconder o painel, decore-o discretamente, por exemplo, para combinar com o resto das paredes.

Não economizar na qualidade do painel se a cozinha já tiver mobiliário e aparelhos caros. O contraste será demasiado notório e estragará toda a impressão da reparação.

Como fazer as suas próprias mãos

Normalmente, o processo de fazer o painel de acabamento em casa é o seguinte:

  1. O contorno (perímetro) do painel de revestimento é delineado com um perfil plástico pré-cortado em forma de U. Os bordos são unidos num ângulo de 45°.
  2. O painel, constituído por tiras do material seleccionado, é cortado no comprimento desejado e inserido na tira de arranque. Revestir a junta inferior entre o painel e a bancada com selante e depois fixar o perfil principal à superfície vertical.
  3. A seguir, fixar o perfil inicial com parafusos auto-roscantes de madeira ou silicone ao substrato de cimento ou betão.

Os painéis pesados de vidro exigirão fechos especiais, como no caso da pedra artificial.

Características especiais para a instalação de painéis de revestimento

A instalação do painel elevado na cozinha depende do seu lugar: acima do nível superior dos armários, acima da bancada ou ao longo da parede para o próprio rodapé. A ordem é geralmente a seguinte:

  1. A distância de cima para baixo, bem como a largura é medida tendo em conta os perfis de acabamento, sem os quais o painel elevado não terá um aspecto acabado.
  2. Verificar a precisão de fixação com um nível de bolha de ar para ter a certeza de que o painel é vertical.
  3. A marcação das paredes deve ser efectuada com o painel já montado, a fim de evitar erros.
  4. O painel só pode ser fixado à parede nos cantos (para tamanhos pequenos) ou ao longo de todo o perímetro.
  5. Tiras de ligação especiais são utilizadas para fechar as juntas com a bancada e a parte inferior do nível superior dos armários.

Em cada desenho de cozinha, um painel de revestimento pode ser um elemento muito prático, pois a sua principal vantagem é que é fácil de substituir. Se quiserem ladrilhar a parede, o painel antigo pode ser facilmente removido.

Design Vagrant