Opções de design de cozinhas orientais

Banheiros

Cada vez mais pessoas preferem decorar a sua cozinha em estilo oriental. A razão para isto é que as pessoas modernas estão aborrecidas com a azáfama da vida quotidiana e querem relaxar em casa no meio de cores brilhantes, gostos e sensações picantes. Uma cozinha de estilo oriental é um lugar onde a família ficará feliz por passar os seus tempos livres, trocando notícias sobre o dia passado por uma deliciosa refeição.

Características comuns de um interior de cozinha oriental

Antes de comprar materiais para decorar uma sala em estilo oriental, é necessário determinar que país deve ser exposto na mesma:

  • Índia;
  • Japão;
  • China;
  • Turquia;
  • Marrocos;
  • Arábia Saudita.

Os desenhadores sugerem mais frequentemente a decoração da cozinha nos estilos árabe e asiático. Apenas cores brilhantes são utilizadas para decorar tais cozinhas, na maioria das vezes com tonalidades de castanho ou verde. As cores mais populares na paleta oriental são dourado, laranja, turquesa, safira, azul e vermelho. Cortinas, telas e divisórias feitas de material leve são utilizadas no interior.

O design da cozinha oriental difere consoante o país escolhido. O estilo japonês significa linhas rígidas no desenho, tons modestos nos esquemas de cores. A cozinha árabe é caracterizada por um jogo variado de cores e riqueza da decoração interior. O estilo árabe é acentuado pelos arcos nas janelas e portas, já que este estilo não tem quase nenhuma linha geométrica recta.

Apenas materiais naturais são utilizados no interior, uma vez que a qualidade e o artesanato são valorizados no Oriente.

A escolha do estilo árabe ou asiático depende do tamanho da cozinha. Se a sala for pequena, é melhor ater-se a um design modesto. Neste caso, a paleta de cores da Ásia e a sua simplicidade e asseio no design seriam adequadas.

O tecto pode ser decorado de diferentes maneiras:

  • a superfície é nivelada e pintada de branco, com um belo candelabro como decoração;
  • As tintas resistentes à água são utilizadas para pintura;
  • O gesso cartonado é utilizado para uma cúpula;
  • a paleta de cores do tecto é perfeitamente complementada por um tecto extensível;
  • Os cantos podem ser decorados com molduras, sobreposições de gesso ou molduras;
  • a solução mais universal num interior oriental seria a utilização de vigas e ripas feitas de madeira.

Para pavimentos, pode usar tábuas de madeira, bem como ladrilhos laminados e de porcelana. A cor do chão deve ser mais escura do que a do mobiliário e das paredes.

Na foto, pode-se ver que o desenho da cozinha no estilo oriental requer a decoração das paredes com materiais como por exemplo:

  • azulejos de cerâmica;
  • paredes rebocadas utilizando lascas de mármore pintadas em várias camadas;
  • ripas feitas de madeira que são fixadas às paredes sobre gesso
  • painéis feitos de madeira até um terço da altura da parede.

Cores características

O estilo oriental é caracterizado por uma paleta de cores. Isto tem um efeito sobre a atmosfera da sala. É preciso pensar no tamanho da cozinha e na utilização de cores naturais. Num interior de estilo japonês ou chinês, as cores devem estar presentes, como por exemplo:

  • branco;
  • bege;
  • castanho;
  • verde;
  • azeitona;
  • preto;
  • terracota;
  • azul.

A rica paleta de cores do Oriente Árabe contém os seguintes tons:

  • ouro;
  • púrpura;
  • turquesa;
  • vermelho e todas as suas tonalidades;
  • preto;
  • castanho;
  • bronze;
  • prata;
  • amarelo.

Pode escolher as suas próprias decorações de cozinha, mas lembre-se que elas têm de ser harmoniosas umas com as outras. Utilizando diferentes tonalidades no desenho, a sala pode ser dividida em várias zonas. Esta é uma boa ideia em cozinhas demasiado pequenas para uma sala que não permite divisórias.

Desenho de uma cozinha de inspiração árabe

A cozinha de inspiração árabe é feita utilizando uma gama de cores. Em particular, são utilizadas as seguintes tonalidades:

  • púrpura;
  • rosa;
  • púrpura;
  • bege.

O interior tem um aspecto “pesado”, uma vez que não é suavizado de todo pela cor branca. Em vez disso, são feitos acentos brilhantes e dourados como decorações, enfatizando a riqueza do Oriente. Se a cozinha precisar de ser dividida em várias zonas, isto é feito com a ajuda de ecrãs. As paredes, o chão e o tecto são decorados com mosaicos ou pinturas. O mobiliário é feito de madeira preciosa com ornamentos metálicos. A cozinha em estilo árabe deve ter um pequeno sofá ou uma takhta. O interior é drapeado com tecido: são utilizados veludo, brocado e seda.

Os acessórios utilizados são:

  • almofadas decorativas;
  • vasos, placas de parede;
  • arandelas, candelabros e candeeiros de chão;
  • flores naturais e artificiais;
  • castiçais e velas votivas;
  • Figuras cerâmicas, relógios de parede.

Interior do espaço da cozinha em estilo uzbeque

Uma cozinha estilo uzbeque é completamente semelhante à versão árabe. O mesmo jogo de cores, a presença de ornamentos, padrões e mosaicos. As cores preferidas são as seguintes:

  • ouro;
  • preto;
  • azul;
  • verde.

O mobiliário é escolhido com decorações esculpidas, pernas de ferro forjado e treliças. O interior é decorado com candeeiros, ferro forjado, vasos, jarros e estatuetas.

Decoração da cozinha em estilo marroquino

A cozinha marroquina é decorada da mesma forma que o estilo árabe, mas o branco é predominante aqui. É utilizado como pano de fundo para o mobiliário e acessórios. Isto torna o desenho mais suave. Para sublinhar a opulência do estilo, o interior é decorado com ouro e bronze. Os tecidos com padrões autênticos são utilizados como cortinas.

Desenho asiático

A direcção asiática no interior da cozinha implica dois estilos:

  • Chinês;
  • Japonês.

Cada uma tem os seus próprios esquemas de cor e formas de decoração, pelo que ambas as opções devem ser consideradas.

estilo chinês

Uma sala no estilo chinês distingue-se pela ausência de cantos afiados e pela predominância total de cores claras. Há apenas alguns salpicos de vermelho para alegrar o interior.

Importante: A tendência chinesa exige mobiliário feito de bambu com entalhes como decoração. As portas e os caixilhos das janelas são envernizados.

O pavimento deve ser feito de pedra natural ou parquet de bambu. Também é utilizado um tapete semelhante a um tapete. As paredes podem ser unicolores, pintadas em tons cinzentos, beges ou arenosos. Em alguns casos, é utilizado papel de parede com hieróglifos pintados sobre o mesmo. A utilização de decorações interiores:

  • Fãs chineses;
  • espadas;
  • lanternas de papel;
  • almofadas de seda;
  • imagens de templos chineses;
  • estatuetas de porcelana.

Japonês

As cozinhas japonesas são decoradas utilizando apenas materiais naturais. As paredes são pintadas com cores claras ou papel de parede. Também se poderia optar por instalar um revestimento de madeira. O pavimento utilizado é de pedra natural, laminado e parquet.

Para o tecto, podem ser utilizadas vigas de madeira ou um tecto suspenso com padrões estilo japonês. Cortinas rectangulares feitas de tecidos naturais são utilizadas para as janelas. O desenho é complementado por uma lareira, bem como decorações feitas de caules de bambu, vasos de vidro, pedras planas empilhadas.

Peculiaridades da decoração de uma sala de cozinha em estilo oriental

Para fazer você mesmo o estilo oriental, precisa de ser guiado pelas suas capacidades financeiras. Terá de comprar os acessórios necessários, tecidos para drapejamento e mobiliário. Depois disso, é preciso pensar no design do interior e prestar atenção à disposição da sala e à criação de certas zonas.

Disposição e zoneamento

Em apartamentos, é bastante comum criar várias áreas funcionais numa mesma sala ao mesmo tempo. A cozinha e a sala de estar são concebidas desta forma. Para a partição, podem ser utilizados os seguintes elementos:

  • prateleiras;
  • um balcão de bar;
  • ecrã;
  • um sofá;
  • mesa de jantar;
  • divisórias em papel.

É também prático decorar os diferentes cantos da sala em tons de cor específicos. As duas áreas devem complementar-se de uma forma harmoniosa. As opções de zoneamento mais comuns são estreitas, mas ao mesmo tempo longas salas, que são visualmente ampliadas por divisórias.

Arranjar e decorar um espaço combinado

Uma vez dividida a sala em duas zonas – a cozinha e a sala de estar – é preciso acertá-las. Para a sala de estar é caracterizada por tectos de vários níveis, papel de parede com grandes impressões e o atributo principal – um tapete no chão. Além disso, cortinas pesadas devem ser penduradas no chão. Num espaço combinado, este recanto servirá também como zona de refeições. Quanto a mobiliário, bancos macios ou pequenos sofás serão aqui apropriados.

O tampo da mesa na versão oriental deve ter vários cantos e ser decorado com esculturas.

Para a área da cozinha, deve ser instalado um armário sólido, decorado com entalhes e elementos em ferro forjado, e um frigorífico. A loiça deve ser feita de cerâmica ou cobre. Aqui não se pode passar sem acessórios têxteis. Estes são guardanapos, luvas, toalhas de mesa, toalhas.

O design oriental assemelha-se sempre a um conto de fadas e enche a casa de magia. As pessoas que vivem em tal interior sentem conforto e aconchego, relaxam tanto física como mentalmente. O luxo do estilo oriental reside na utilização de materiais naturais e artesanato.

Design Vagrant