Ideias de design para um quarto infantil muito pequeno

Empregos

Um quarto de criança pequeno não é apenas uma parte do apartamento, é um mundo inteiro para o pequeno. O interior de um quarto infantil pequeno requer uma atenção especial, uma vez que é necessário proporcionar um local de descanso confortável e jogos divertidos.

Regras gerais para o design do interior de uma criança pequena

Ao decorar o interior do quarto de uma criança pequena, deve ter em conta algumas regras que ajudarão a fazer bom uso do espaço:

  • Uma boa iluminação é um pré-requisito.
  • Para decorar a sala deve escolher as cores pastéis básicas, o que ajudará a expandir visualmente o espaço.
  • O interior desta sala será renovado de tempos a tempos, e em breve a área de jogo tornar-se-á um local de trabalho, pelo que é melhor escolher um esquema de cores pastel sólidas. No entanto, um quarto infantil pequeno não deve parecer aborrecido, pelo que são bem-vindos detalhes brilhantes de pop-art, que serão apropriados à idade da criança.
  • Para expandir visualmente o espaço, é melhor dar preferência ao papel de parede contrastante. A parede traseira, por exemplo, pode ser uma cor mais brilhante ou uma letra pequena original.
  • Se a sala tem tectos altos ou é longa em área, a parede de acentuação deve ser decorada com papel de parede horizontal.
  • Expandir as paredes, colocando faixas horizontais no chão.

Para evitar a confusão de espaço, o mobiliário compacto e funcional deve ser seleccionado para o design de um pequeno quarto infantil. As gavetas habituais podem ser substituídas por prateleiras articuladas e prateleiras abertas.

Desenho, estilo e esquemas de cores

Antes de iniciar o trabalho de acabamento e escolha do mobiliário, é necessário decidir sobre o estilo e a paleta de cores da pequena sala, e pensar em como organizar o berçário.

Segundo os psicólogos, a paleta de cores do interior tem um impacto directo na psique da criança, e é por isso que é importante escolhê-la cuidadosamente. Cada cor tem o seu próprio significado. Por exemplo, os tons quentes amarelos acrescentam actividade e alegria, enquanto os verdes têm um efeito calmante.

Nunca usar mais de 3 cores, pois isso criaria uma sensação de desordem e caos.

  • Para o quarto de um menino, são frequentemente utilizadas tonalidades masculinas, tais como azul, azul e verde.
  • Para os quartos das raparigas, é preferível uma paleta pastel.

De grande importância é a idade da criança, quanto mais jovem ela for, mais calmos devem ser os tons e a disposição.

O estilo da sala não deve ser aborrecido, os blocos de cor são bem-vindos. O interior pode ser tornado interessante com uma manta de retalhos.

O estilo escandinavo, que se baseia no minimalismo e no laconismo, está a ser cada vez mais utilizado para quartos de crianças pequenas. Os tons básicos são tons próximos do branco, e a paleta de cores claras é complementada por mobiliário feito de materiais naturais, tapetes, colchas e almofadas.

Para crianças mais velhas, escolhe-se o estilo loft, uma ideia que lhe permite poupar espaço. É escolhido para os quartos dos rapazes, mas na residência das raparigas, pode ser aplicado de forma interessante. O sótão é especialmente atraente se o quarto das crianças pequenas estiver localizado no sótão da casa.

A principal característica da estilística é a presença de paredes de tijolo ou cinzentas, luminárias feitas de metal e que proporcionam um grande fluxo de luz. O mobiliário escolhido para o desenho não deve desarrumar o espaço. Por conseguinte, é dada preferência principalmente aos transformadores.

O estilo clássico é mais frequentemente escolhido pelos pais das raparigas. Esta tendência permite-lhe criar um quarto de uma verdadeira dama. A paleta básica dos clássicos são cores suaves, por exemplo, rosa, azeitona, bege. A sala é decorada com decorações caras – acessórios requintados, acessórios elegantes e têxteis únicos. Eles ajudarão a mobilar o quarto com chique.

A sala onde o rapaz vive, pode fazer no tema marinho. A paleta de cores básica é branca, azul, turquesa, verde e vermelha, bem como uma estampa listrada.

Para uma área pequena, devem ser utilizadas riscas brancas ou largas. Ao seleccionar o mobiliário, é dada preferência aos artigos de madeira. Os elementos decorativos incluem relógios de bússola, volantes, navios de lembranças, cortinas de linho e cordas.

Materiais e acabamentos

O mercado de construção actual oferece uma série de materiais de acabamento para cada orçamento. Ao pensar no desenho do quarto de uma criança, vale a pena considerar por quanto tempo este ou aquele acabamento irá manter a sua aparência primária. É importante que o acabamento seja versátil, durável e esteticamente agradável.

A escolha dos revestimentos de parede pode variar em função do tipo de material escolhido:

  • Papel de parede. No viveiro, é melhor escolher panos laváveis, porque o aparecimento de sujidade nas paredes, assim como vestígios de arranhões, é inevitável.
  • Pintura. Esta opção é económica e única. Dá espaço à imaginação, para que possa fazer uma decoração exclusiva das paredes. Além disso, os pais não têm de proteger as paredes do desejo obsessivo de uma criança de as pintar.
  • Reboco decorativo. Ideal para decorar os quartos de recém-nascidos ou adolescentes.
  • Papel de parede fotográfico. Esta opção permite-lhe experimentar o design e criar um interior único para o quarto de uma criança pequena. É possível imprimir imagens de personagens de contos de fadas, princesas ou da natureza envolvente.

Antes de fazer uma escolha final, verifique as fotos nos sítios web para saber qual será o resultado final.

O tecto

É dada especial atenção no interior do quarto das crianças ao tecto. Dado o estilo escolhido, são utilizadas as seguintes opções:

  • Tinta de emulsão de água. Esta opção é especialmente relevante para salas pequenas com tectos baixos. A superfície neste caso é coberta com tinta fosca ou qualquer outra, mas certamente com uma leve tonalidade.
  • Papel de parede. Não usar papel de parede com desenhos volumétricos, é melhor escolher um pano unicolor.
  • Construções de placas de gesso cartonado. Esta opção só é adequada para quartos com alturas de tecto superiores a 2,2 metros. Esta opção permite a utilização de iluminação pontual, o que é particularmente conveniente quando a janela e o layout são pequenos.
  • Tectos alongados. Esta opção é a mais popular. Para salas pequenas, é melhor escolher uma tela brilhante com iluminação perimetral.

É necessário escolher uma paleta de cores claras para o tecto, a fim de criar uma sensação de leveza.

O design do quarto de uma criança pequena precisa não só de escolher o material certo para as paredes e o tecto, mas também para o revestimento do chão. A escolha de um material isolado e amigo do ambiente é uma obrigação.

As escolhas mais populares são as seguintes:

  • Laminado, parquet. Deve ser dada preferência a modelos com uma textura rugosa.
  • Linoleum. É necessário escolher um modelo com espessamento máximo, que será capaz de proporcionar calor.
  • Tapete. Esta opção tem vindo a ganhar popularidade nos últimos anos. É melhor escolher materiais sintéticos para evitar bactérias e microrganismos.
  • Cortiça. O pavimento de cortiça tem excelentes propriedades de amortecimento.

Independentemente da sua escolha de material de revestimento do chão, é aconselhável ter um tapete pequeno e suavemente empilhado ao lado do berço.

Zoneamento do espaço no berçário

O zoneamento espacial nos quartos das crianças pode ser conseguido através da decoração das paredes com cores diferentes. Outra opção é dividir a sala em zonas, utilizando passarelas.

Área de dormida

A zona de dormir deve acomodar uma cama ou sofá-cama. É também desejável colocar uma mesa de cabeceira com um candeeiro de chão. Uma cama é normalmente colocada ou no centro do quarto ou contra uma parede.

Se duas crianças vivem no quarto, é melhor escolher um beliche – é uma excelente opção de sexo misto.

Guarda-roupa e armazenamento

Um bengaleiro e uma área de armazenamento devem estar de preferência perto da porta e ser tão compactos quanto possível. Para poupar espaço, o sistema de armazenamento pode ser utilizado ao longo de uma parede a toda a altura, onde cestos de brinquedos, produtos de higiene e livros podem ser dispostos.

Para o armazenamento, é melhor escolher um guarda-roupa com uma altura de tecto. A profundidade do guarda-roupa pode ser pouco profunda.

Escolhendo mobiliário e formas de poupar espaço

Ao escolher o mobiliário, deve concentrar-se na funcionalidade e na compacidade. O mobiliário infantil para pequenas divisões deve ser feito de materiais amigos do ambiente, pelo que é importante não só visitar uma loja de mobiliário, mas também verificar o certificado de qualidade.

Para poupar espaço, é melhor escolher modelos combinados, ou seja, uma peça de mobiliário pode acomodar um espaço de trabalho e de sono. Tal conjunto não só poupa espaço como também o orçamento.

Se escolher uma cama, é melhor escolher a que está equipada com prateleiras e gavetas para guardar roupa de cama.

Para um quarto com tecto alto, pode-se colocar uma passarela com uma cama de arrasto. Neste caso, é melhor colocar livros e brinquedos nas prateleiras superiores.

Escolha de iluminação, decoração e têxteis

A iluminação tem um papel enorme no interior do quarto das crianças. Várias fontes de luz são uma obrigação. O centro do tecto é geralmente uma lâmpada central ou lustres originais, por exemplo, em forma de avião, de flor ou de nuvem. Uma fonte adicional de luz poderia ser uma faixa LED, que pode ser utilizada para decorar a cama.

Para uma criança de qualquer idade, é aconselhável comprar uma luz nocturna. Os arandelas de parede podem ser utilizados para criar uma luz fraca à noite.

  • Os têxteis não são menos importantes no interior, porque podem definir o estado de espírito. Para o conforto do seu filho, é importante preferir os têxteis naturais. Uma manta brilhante e fofa poderia criar um sotaque de design interessante.
  • Um tapete, seja de uma só cor ou com uma impressão, é também necessário no quarto de uma criança.
  • Se um estudante vive na sala e existe uma área de trabalho separada, um candeeiro de secretária deve ser comprado para ela.

Para decorar uma janela, devem ser escolhidas persianas romanas ou estores de enrolar, uma vez que expandem visualmente os limites.

Utilização de decoração no interior do berçário

A concepção de um quarto para crianças pequenas precisa de ser complementada com acessórios. Mas é importante conhecer a medida e não sobrecarregar a sala com várias quinquilharias.

As paredes podem ser decoradas com pinturas e desenhos. Uma imagem com formas brilhantes, abstractas ou geométricas poderia ampliar visualmente a sala.

Dê ao seu filho espaço para a criatividade, por exemplo, para fazer um canto para desenhar, onde colocar uma tábua e tela de madeira especial.

Temas como autocolantes de vinil ou cartazes de personagens de desenhos animados são adequados como decoração para esta sala. Para tornar o interior acolhedor, pode ser complementado com artesanato feito pela criança.

Design Vagrant