Design de cozinha com persianas romanas para janelas de plástico

Banheiros

As persianas romanas são muito populares hoje em dia. São tão populares devido à sua simplicidade, praticidade, funcionalidade e, ao mesmo tempo, elegância. As persianas romanas para cozinhas são uma boa solução para decorar o espaço e proteger o quarto da luz excessiva.

Persianas romanas e as suas versões principais

As persianas de enrolar não são novas. Tiveram a sua origem no Império Romano há vários milhares de anos. Desde então, a sua concepção tem permanecido quase inalterada. A explicação é a construção simples e o corte. Sempre se caracterizaram por linhas lisas e rectas. Apenas os materiais de construção mudaram, não a ideia em si.

Existem dois tipos básicos: “clássico” e “em cascata”. O primeiro tipo é representado por um simples pano liso. Quando levantadas, sobrepõem-se formando uma prega. O segundo tipo, mesmo quando o tecido está aberto, tem pregas notáveis que descem em forma de cascata. Esta é uma opção mais decorativa.

Existe outra classificação, baseada no mecanismo de funcionamento:

  • de corda;
  • de cadeia de estrelas;
  • combinados;
  • elementar.

O mecanismo da corda tem sempre apenas teias de luz. As de rotor em cadeia assemelham-se a persianas que são operadas por uma corrente. Aqui podem existir teias mais densas. O mecanismo de combinação combina diferentes materiais e várias construções ao mesmo tempo. O mecanismo elementar não é frequentemente utilizado porque não é estável. Nele, as cordas são simplesmente amarradas às travessas e assim os panos são levantados.

Como combinar persianas romanas e cortinas simples no interior de uma cozinha

As persianas romanas são certamente elegantes, modernas e edificantes. No entanto, para fazer descer um pouco a austeridade, são utilizados em combinação com as cortinas tradicionais, criando uma dupla protecção da luz solar.

Quando as janelas são pequenas, apenas uma opção é escolhida. A combinação, neste caso, apenas sobrecarregará a construção.

A combinação não é adequada para cozinhas de alta tecnologia ou minimalistas. Para interiores clássicos, por outro lado, isto seria uma boa ideia.

A composição pode ser baseada em contrastes ou baseada no mesmo esquema de cores (por exemplo, a cor do mobiliário de cozinha). Tules e lambrequins não são necessários. Para uma janela alta e alongada, uma cega tradicional apenas de um lado é uma boa ideia.

O material de uma persiana tradicional deve ser sempre mais leve do que o material de uma persiana de rolo.

Prós e contras das persianas romanas para cozinhas

As persianas romanas para cozinhas são cómodas e simples. Vale a pena instalá-las pelas seguintes razões:

  • aparência moderadamente decorativa;
  • praticidade;
  • Mantém a sua aparência original durante muito tempo;
  • A possibilidade de controlar o nível de luz na sala devido ao mecanismo de regulação do comprimento: basta esticar a mão;
  • criação de combinações com outras persianas;
  • adequado para o zoneamento da sala;
  • praticamente adequado para qualquer interior;
  • bricolage;
  • fácil de afixar;
  • cuidado fácil;
  • adequado para janelas de vidro simples, de vidro duplo (3, 4, 5).

As únicas desvantagens são que podem não ser suficientemente decorativas para alguns estilos de design. Por exemplo, os estilos barroco ou império são praticamente incompatíveis com as persianas romanas.

Escolher as persianas romanas certas de acordo com o estilo interior

A regra principal ao escolher estores de enrolar é corresponder ao estilo geral da cozinha.

Para a Provença, país rústico, panos leves, arejados, transparentes em tons pastel macios (leitoso, rosa claro, lilás, azul, azeitona, etc.) são recomendados. As estampas de tabuleiro de xadrez e os padrões e ornamentos florais também são adequados.

Quando a cozinha é estilizada de uma forma moderna, é preferível escolher persianas monocromáticas feitas de material sintético, sem decorações desnecessárias. As cores devem ser saturadas.

Persianas romanas na cozinha: o que procurar

Existem vários parâmetros básicos subjacentes à escolha das persianas de enrolar.

Esquema e princípio de funcionamento

O segredo de todo o mecanismo é a haste da cortina. A ele, as cordas ligadas ao pano são fixadas. É necessária uma “peça de pesagem” no fundo da cortina para garantir que fica pendurada a direito. Para a levantar, basta puxar ligeiramente a corrente e trancá-la à altura desejada. Este mecanismo é semelhante ao das persianas.

  • tecido;
  • cabos de arame (cordas, correntes);
  • varas;
  • peça de sopro inferior ou de pesagem (plástico ou metal).

O pano é na maioria das vezes em forma de rectângulo, feito inteiramente de material natural ou semi-natural. Pode ser sintético.

Os pesos são concebidos para fixar barras horizontais que são responsáveis pela regularidade das dobras. Os pesos são necessários para uma tensão uniforme.

Fixação e características decorativas

Para compreender que tipo de fixação é necessária, vale a pena determinar a finalidade das cortinas:

  • nas faixas da janela: fixadas nas faixas e quando fechadas deixam a soleira da janela aberta e não obstruem a abertura da janela;
  • na abertura: para melhorar visualmente a abertura e esconder imperfeições.

Para tornar uma cortina mais atraente, pode ser complementada com decorações:

  • As fitas criam ludicidade e sofisticação;
  • Um lambrequim acrescenta um toque de solenidade;
  • A borda pode acentuar a abertura, realça a forma.

Características da escolha de material para persianas romanas para cozinhas

Para criar persianas romanas, é necessário uma variedade de materiais. Podem ser tecidos naturais e artificiais. Para escolher o material, antes de mais nada preste atenção ao estilo do interior.

Para a cozinha é ainda melhor preferir o sintético: é mais fácil de limpar, menos susceptível de se sujar e mantém uma aparência limpa durante muito tempo. Este material é também mais fácil de lavar.

Para a janela norte, escolher um material mais leve. Para uma janela sul, escolher um tecido mais pesado para proteger contra os raios solares. Se o seu quarto já estiver escuro e necessitar de iluminação adicional, opte pelo tecido mais transparente.

Cortinas prontas ou feitas à medida.

Comprar cortinas numa loja ou encomendar as cortinas a costurar – a questão das preferências individuais e das possibilidades financeiras. Existem hoje tantos produtos pré-fabricados que muitas vezes é difícil escolher.

Encomendar as persianas quando a senhora da casa sabe exactamente o que quer, ou quando quer algo realmente único.

Manutenção

Apesar de tais cortinas serem a opção mais prática, devem ser cuidadas. É muito simples. Especialmente com os modelos que são especialmente concebidos para cozinhas. Têm uma impregnação que repele a sujidade. O tecido permanece limpo durante muito tempo.

Para prolongar a sua vida útil, é importante seguir as regras:

  • quando não estiver muito sujo, limpe com um pano seco;
  • para sujidade mais pesada, aspirar com um bocal de limpeza de móveis;
  • na limpeza da cozinha, as cortinas devem ser totalmente abertas.

Quando o material não for revestido com uma impregnação repelente de impurezas, lavar algumas vezes por ano.

Opções de design de cozinha: selecção de fotos

Aqui estão alguns exemplos reais de design de cozinha. Há ainda mais fotografias para inspiração na Internet.







Persianas romanas na cozinha – práticas, modernas e funcionais. São adequados em salas de estar, quartos e varandas. Esta é a melhor maneira de decorar uma porta de varanda.

Design Vagrant