Desenho de uma cozinha branca com tampos de trabalho pretos ou escuros

Empregos

O desenho monocromático parece elegante tanto em salas grandes como pequenas. As cores contrastantes harmonizam-se com qualquer interior, destacando as suas características especiais e escondendo imperfeições. Uma cozinha branca com uma bancada de trabalho preta tem as suas próprias vantagens, desvantagens e regras de concepção, descritas abaixo.

Prós e contras dos tampos de trabalho escuros

As combinações certas ajudam a transformar a cozinha. Elementos escuros sobre o fundo de uma sala branca diluem a sensação de esterilidade, acrescentam harmonia ao desenho. A limpeza frequente é recomendada para manter o aspecto apresentável.

Cozinhas brilhantes com bancadas escuras têm as suas vantagens:

  • Versatilidade. O design monocromático encaixa facilmente em qualquer interior – clássico, moderno, campestre e outros. Usando um equilíbrio preto e branco, é difícil cometer erros “colorísticos” ao decorar a sala por si próprio.
  • Expandindo o espaço. Ao decorar o tecto, chão e paredes com materiais de cor clara, a sala pode ser ampliada visualmente. Isto cria um efeito de ausência de peso, fazendo as superfícies brilhantes “flutuar”.
  • Estética. A cor escura no interior parece muito elegante.
  • Iluminação da sala. As superfícies brancas reflectem a luz, dando uma sensação de espaço.
  • Impraticabilidade. O preto é mais perceptível com manchas, pó e estrias. O branco liberta vestígios de gorduras e partículas de alimentos.
  • Uma combinação que apela ao amante. Aqueles que gostam de cores quentes serão repelidos pelo efeito estéril.

Material preto do tampo de trabalho

Uma base de produto mal seleccionada pode levar a desconforto, limpeza frequente, fissuras e lascas. O substrato para os tampos de trabalho deve ser robusto, resistente, durável e ter uma camada extra de protecção, de modo a manter as suas características por um período de tempo mais longo,

Mármore

Para melhores resultados, devem ser seleccionados tampos de trabalho em pedra natural. O material é forte, por isso esconde a sujidade. O mármore, tal como o granito, pode servir durante mais de 20 anos, sem perder as suas características técnicas e o seu aspecto apresentável. É resistente à temperatura, humidade e detergentes abrasivos. Mas os produtos de mármore têm um grande peso, necessitam de um reforço adicional da base.

Madeira

As bancadas de madeira lacada parecem apresentáveis, caras, bonitas e com características de alto desempenho. Os produtos de faia, carvalho e nogueira são resistentes à temperatura e humidade e não perdem a sua aparência.

O aglomerado de partículas é uma base de produtos à base de madeira barata mas durável. As impregnações especiais melhoram muito o desempenho. O material resiste bem ao desgaste e aos danos mecânicos.

O MDF tem uma textura única que permite fazer peças de mobiliário não standard com acabamentos decorativos complexos. Recomendamos que se proteja o material com vidro à prova de fogo.

Plástico

Os tampos de plástico são baratos mas inferiores a outras variedades em termos de desempenho. Tendem a manchar, descolorir e manchar quando expostos a detergentes ácidos ou clorados. As cozinhas brancas com bancadas escuras feitas de plástico devem ser adicionalmente protegidas.

Vidro

Um tratamento especial da matéria-prima melhora a aparência geral do material. Os produtos de vidro ficam bonitos em todos os desenhos. São altamente duráveis, resistentes a danos mecânicos.

Informação! Não é difícil cuidar da mesa de vidro, ela resiste a temperaturas elevadas, humidade. A desvantagem do material é considerada marcação, superfície escorregadia. O padrão monocromático irá complementar o produto originalmente.

Grés de porcelana

O material é uma alternativa digna do mármore, resistente a danos mecânicos, a altas temperaturas, tem uma alta resistência. As boas características técnicas permitem que os produtos de grés porcelânico sirvam durante muito tempo, conservando a sua aparência, independentemente de factores externos.

Avental para uma cozinha branca com bancada de trabalho preta

A parte da parede entre a bancada e as unidades da parede pode ser vestida de várias maneiras. O avental pode complementar o interior geral ou ser um sotaque marcante. O material é robusto e de cor rápida.

Escuro ou leve

A escolha da cor do avental depende do design interior da sala e das preferências pessoais. O material escuro exigirá iluminação adicional. Um avental de cor clara acrescentará ao desenho um ar mais arejado, aprofundando visualmente o espaço. O leite, materiais beges são adequados para este fim.

Prova! Materiais coloridos contrastantes ajudarão a diversificar o monocromo.

Telha, MDF e outros acabamentos

Um material comum para o avental são os azulejos de cerâmica. Vem em diferentes formas, tamanhos, monocromático e com um padrão, liso e texturado, brilhante e fosco. MDF e aglomerado de partículas são utilizados após tratamento especial que aumenta as características técnicas.

O mosaico de vidro, metal e cerâmica tem um aspecto muito original. O custo deste tipo de acabamento é elevado, mas a superfície é resistente ao calor, durável e de longa duração.

A utilização de pedra natural para decorar o avental será uma opção vencedora, desde que a bancada de trabalho seja também feita deste material. Caso contrário, uma coloração cuidadosa, selecção de variedades e combinações são essenciais. São utilizados basalto, mármore, granito e outros tipos de pedra.

Os aventais de vidro temperado são altamente duráveis e resistentes à temperatura. São praticamente à prova de riscos, fáceis de limpar e podem suportar agentes de limpeza abrasivos.

Frentes de cozinha com tampos de trabalho escuros: foscos ou brilhantes

O mobiliário de cozinha dita a tendência numa sala. A escolha da cor para a sua cozinha é importante, mas o mesmo acontece com o acabamento das frentes. As superfícies mate são não brilhantes, escondem bem a sujidade e os pequenos arranhões são quase imperceptíveis.

As frentes brilhantes são brilhantes, reflectindo os raios solares e acrescentando luz, arejadas e visualmente expandindo o espaço. A superfície é fácil de limpar de todos os tipos de sujidade e não perde a sua capacidade de ricochetear do sol, mesmo após a utilização regular de detergentes.

Toma nota! Ao escolher cores adequadas, o mobiliário pode ser combinado com superfícies brilhantes e foscas.

Forma e ajuste

Uma vez decididas as cores da sua cozinha, terá de pensar sobre o posicionamento dos seus armários. Os tipos comuns de disposição de mobiliário de cozinha incluem:

  • direito;
  • canto.

Cada forma tem as suas próprias vantagens e desvantagens. Recomenda-se a escolha de acordo com o tamanho do quarto, preferências pessoais.

Em linha recta

A planta linear é adequada para salas pequenas. Poupa espaço, torna-se uma base para soluções de design. Experiências arrojadas com cor, disposição das paredes, escolha dos candelabros decorrem neste esquema. A disposição da ilha torna possível utilizar o espaço com a máxima eficiência.

Canto

O conjunto de cozinha é instalado ao longo das paredes adjacentes, permitindo reduzir a distância entre os aparelhos, a área de trabalho. Utilizado em espaços de grande e médio porte, faz uso dos cantos.

A disposição em L em forma de U permite destacar a área de refeições, fazer um balcão de bar. Ao escolher uma forma, vale a pena olhar para as fotografias originais.

Escolha do papel de parede, cortinas e decoração para uma cozinha clara com uma bancada de trabalho escura

A decoração da parede é preferível à escolha de padrões de acentos claros e escuros, os desenhos gráficos são aceitáveis. Papel de parede com aspecto original, mas o esquema de cores deve ser seleccionado de acordo com a decisão geral de desenho.

Cortinas de luz com padrão geométrico discreto, plantas, faixas horizontais complementariam a cozinha com uma bancada preta. Não se recomenda a escolha de cores contrastantes para tais produtos – estragarão a percepção geral. Elementos decorativos relevantes tais como molduras, molduras, sobreposições.

A utilização de espelhos acrescentaria luz e arejamento à sala e torná-la-ia visualmente maior. Podia-se decorar as paredes com tábuas de corte, cerâmica, pratos de porcelana, tabuleiros.

Que estilo a usar?

O desenho monocromático combina bem com qualquer decoração, desde que as proporções estejam correctas. Os detalhes da composição geral complementam o interior e tornam-no completo. O cliente escolhe o estilo clássico ou contemporâneo do interior. As dicas dos designers ajudá-lo-ão a organizar correctamente o seu espaço.

Estilo clássico

Um layout monocromático da cozinha ficaria óptimo num estilo mais clássico. Tampo de trabalho, mobiliário de jantar, feito em tons escuros, organicamente encaixam no design clássico da sala. Num tal interior não serão supérfluas molduras a granel, entalhes, estuques.

As frentes dos aparelhos são melhor cobertas por painéis temáticos. Desenho de tabuleiro de xadrez do pavimento, o avental dará originalidade ao interior. Para remover o efeito de esterilidade da sala ajudará a acrescentar uma terceira cor.

Tendências modernas

O estilo de sótão industrial permite combinar um fundo branco, detalhes em preto. Podem ser feitas bancadas escuras, exaustores, painéis de aparelhos, luminárias. O desenho monocromo baço pode ser diluído com acentos brilhantes – avental amarelo ou vermelho, verdejante,

Moderno – desenho clássico em combinação com linhas suaves, materiais naturais. Forma não convencional do mobiliário, candelabro original, iluminação de néon complementaria a atmosfera monocromática.

O minimalismo é um estilo lacónico. A falta de decoração é compensada por um jogo de contrastes. Tampos de mesa e aventais mais escuros em salas mais pequenas, frentes de mobiliário e aparelhos em salas maiores. O aconchego será dado pela terceira cor e detalhes brilhantes.

Estilo tecnológico de alta tecnologia – interior lacónico com frentes brilhantes, área de trabalho escura e avental de vidro. Para o distinguir do minimalismo, poderia ser melhorado com pedra, impressões volumétricas, acessórios incomuns e iluminação LED.

estilo escandinavo

O interior escandinavo utiliza cores claras, materiais naturais, formas simples. Os conjuntos de móveis são rigorosos, sem decoração desnecessária. As superfícies foscas e brilhantes são utilizadas pelos designers para corrigir os inconvenientes da sala. Nas frentes dos aparelhos, é possível uma combinação de cores primárias. Os aventais são cinzentos ou no tom das paredes. A esterilidade pode ser diluída com inserções de madeira.

Não apenas branco: Combinações de tampos de trabalho castanhos ou pretos com outras cores no conjunto

A cor do mobiliário de cozinha coloca a ênfase no aspecto geral da sala. Deve ser escolhido cuidadosamente, tendo em conta o acabamento geral, a tonalidade do papel de parede e outros parâmetros. Entre as opções comuns:

  • cinzento;
  • bege;
  • azul;
  • preto.

Cinzento

Uma unidade de cozinha cinzenta dá à sala uma aparência apresentável, embora muitas pessoas considerem a cor como aborrecida. Um balcão rico e escuro, detalhes contrastantes e um chão de madeira são detalhes que farão com que a cozinha pareça original. Uma decoração adequada eliminará a sensação de vulgaridade do mobiliário cinzento.

Bege

A cor é menos garrida, tem muitos meios tons, pelo que muitas donas de casa lhe dão preferência. O bege acrescenta aconchego, calor e tranquilidade, enquanto que o branco acrescenta frescura e esterilidade. Num desenho clássico, é complementado por bancadas castanhas, cortinas delicadas e pavimentos leves. Os acessórios de mobiliário escuro combinam com as superfícies beges.

Azul

Uma unidade de cozinha azul destacar-se-ia como um ponto brilhante e contrastante entre a cozinha branca de neve, atraindo a atenção dos convidados. Não há necessidade de adicionar elementos extra, decorações, cortinas ou revestimentos de chão. Não se recomenda adicionar demasiado azul.

Preto

Uma unidade de cozinha escura com a mesma bancada ficaria sombria. Um avental branco brilhante, uma área de trabalho iluminada, ajudará a diluir a sensação de desconforto. O preto faz com que a sala pareça baça, por isso escolha armários com uma superfície brilhante que reflicta os raios solares.

As cozinhas monocromáticas são frequentemente utilizadas. Eliminar o efeito estéril da sala, incorporando harmoniosamente uma terceira cor, complementando o interior com detalhes brilhantes, escolhendo uma tonalidade quente do pavimento. Uma cozinha branca com tampos de trabalho pretos é uma óptima forma de evitar erros de cor.

Design Vagrant