Como fazer um tecto de plástico na cozinha

Cozinhas

Um tecto de cozinha de painel plástico é uma das opções mais comuns devido ao seu baixo custo, facilidade de instalação, grande variedade de materiais de decoração, resistência ao desgaste e facilidade de manutenção.

Vantagens de um tecto de painel na cozinha

As vantagens dos painéis plásticos são consideradas como sendo os seguintes factores:

  • Possibilidades praticamente ilimitadas de imitação de qualquer outro material, tal como mármore, metal e outros, o que lhe permite criar interiores originais e harmoniosos.
  • Resistência a várias influências externas: temperatura, humidade, etc.
  • Fácil de manter.
  • Possibilidade de auto-montagem (com conhecimentos iniciais de construção).
  • Custo baixo ou médio do material (para a maioria dos consumidores, os painéis de plástico são bastante aceitáveis em termos económicos).
  • O plástico é fácil de cortar, o que muitas vezes tem de ser feito no processo.
  • Possibilidade de criar construções completamente diferentes, mesmo multiníveis (ou suspensas).

Estas vantagens são suficientes para decidir sobre um tecto de PVC para a cozinha.

Calcular o número certo de azulejos de tecto para a sua cozinha

Para calcular com precisão quanto material será necessário para o revestimento, fazer medições do tecto em toda a área. O método de instalação também é tido em conta: diagonal, transversal, longitudinal, alternado. É aconselhável fazer um diagrama, um plano, e só depois fazer os cálculos.

Um 15% extra deve ser sempre adicionado ao valor final do cálculo. Isto porque as telhas do tecto nas cozinhas terão normalmente de ser aparadas e poderá não ter material suficiente. Este é especialmente o caso quando se utilizam painéis com um padrão ou desenho.

Como escolher um desenho adequado à decoração da sala

Os tectos de plástico são óptimos para cozinhas porque o material é altamente decorativo. Pode ser utilizado para criar designs interiores únicos e interessantes, dependendo das especificidades da sua cozinha. É um material flexível e maleável que lhe permite decorar a superfície do tecto da melhor maneira.

Painéis coloridos

Um tecto feito de painéis coloridos teria um aspecto muito especial na cozinha. Esta é uma solução ousada que precisa de ser cuidadosamente considerada. Não só o aspecto geral da cozinha deve ser tomado em consideração. A cor e a forma das telhas do tecto também são importantes.

Brilhante ou fosco

Ambos os tipos de tecto são óptimos. A diferença visual é óbvia: lustroso implica lustroso, enquanto mate não é. Para um espaço maior é melhor optar por um tecto brilhante, enquanto que um tecto mate é perfeito para criar uma atmosfera quente e acolhedora. Se tiver um tecto brilhante, então o mate é uma boa escolha porque a cozinha é um lugar para relaxar e demasiado brilho pode fazê-lo cansar e perturbar o seu estado de espírito. O brilho é mais propenso a desgastar-se. Com mobiliário de cozinha discreto pode dar-se ao luxo de um pouco de brilho no tecto, considerando o brilho do candelabro.

Imitação de material natural

As imitações podem ser tão boas que é difícil distingui-las do material natural. Só um olhar mais atento pode dizer uma ‘falsificação’. O plástico é utilizado para imitar superfícies têxteis como o veludo. Mas mais frequentemente é madeira, pedra, etc. É uma boa opção económica. Poucas pessoas podem dar-se ao luxo de fazer um tecto de carvalho ou de veludo verdadeiro. É também de trabalho intensivo: terá de recorrer à ajuda de profissionais.

Padrões

Pode variar desde a geometria simples a padrões orientais complexos e intrincados. Uma boa opção seria cobrir parte do tecto num padrão, em vez de todo o tecto. Se houver também uma decoração de parede semelhante, é duas vezes mais interessante.

Desenhos em 3D

Um tecto de cozinha de plástico 3D é fantástico. Utilizando esta tecnologia, criam um tecto vivo que muda a atmosfera da cozinha. O tecto pode ser aberto para o céu, ou um oceano inteiro e os seus habitantes podem ser colocados sobre ele. As formas geométricas são óptimas para os amantes do abstracto. Tal tecto é uma combinação perfeita para o estilo de alta tecnologia.

Instalação de um tecto de plástico na cozinha – instruções passo a passo

Criar um tecto na cozinha de painéis de plástico com as suas próprias mãos não requer muito esforço, conhecimentos especiais, ferramentas. Aqui está um guia passo a passo sobre como fazer um tecto com painéis de plástico.

Ferramentas necessárias para a instalação do tecto

Preparar com antecedência as ferramentas de construção:

  • fita métrica;
  • um simples lápis, caneta de feltro ou marcador;
  • um triângulo;
  • ferramenta de corte de madeira; uma serra eléctrica ou uma serra de arco também funcionará;
  • um berbequim ou um soco;
  • tesouras para cortar metal;
  • moedor;
  • um nível espiritual;
  • martelo;
  • alicate;
  • colher de pedreiro;
  • escadote.

Utilizar um perfil metálico ou tábuas de madeira para criar uma trave.

Como preparar a superfície para a instalação

A fase preparatória é muito importante. A qualidade da instalação dos painéis do tecto depende da qualidade da preparação da superfície. A superfície deve ser cuidadosamente limpa e nivelada.

Se tiver de trabalhar com produtos químicos, deve usar uma máscara, luvas e óculos de protecção por razões de segurança.

Como fazer um caixote para fixação de painéis de PVC

As guarnições podem ser feitas de metal ou madeira. O primeiro passo consiste em marcar a parte inferior da moldura. Ao utilizar o primeiro tipo de bainha, os perfis UD são aparafusados à superfície da parede. O seu fundo está na posição marcada.

É importante manter uma distância de 2,5 cm entre o tecto principal e o nível de acabamento inferior, para que os perfis possam ser facilmente instalados sem a necessidade de aparar o tecto.

Uma vez que os perfis UD estejam no lugar, os perfis metálicos ou de madeira são fixados aos fixadores em forma de U no tecto. A distância entre os fechos deve ser de até 70 cm. A durabilidade da construção depende directamente desta distância: quanto menor o espaçamento, mais forte é a construção.

Os perfis devem ser sempre nivelados utilizando um fio de guia, que é simplesmente esticado entre eles. A distância entre os perfis é necessária para evitar a flacidez das traves.

Outra coisa importante a considerar é o aquecimento de tubos. Se estiverem presentes, o tecto do painel de plástico simplesmente não pode ser nivelado. Por isso, terá de se dobrar à sua volta, fazendo uma caixa para eles, ou arranjar algo melhor. O mais importante é que os painéis não devem ser colocados perto de tubos de aquecimento. As altas temperaturas de aquecimento podem provocar a deformação do plástico.

Tecnologia de instalação

Uma vez feitos os purlins, os próprios painéis começam a ser montados. O seu comprimento deve ser 5 mm mais curto do que a distância entre as paredes. O primeiro painel é fixado com parafusos que são aparafusados de tal forma que poderia ser coberto com uma baguete de esferovite vinda de cima.

Um tecto mesmo rectangular é ideal, e é bastante raro. Rugosidade, saliências, etc., estão normalmente presentes. Neste caso, é simplesmente feito um recorte. Isto é suficiente para contornar a projecção.

O último painel é instalado de uma forma ligeiramente diferente. Isto requer a seguinte manipulação:

  1. Medir a distância entre a parede e o penúltimo painel (isto deve ser feito em vários lugares ao mesmo tempo devido ao desnível).
  2. Medir esta distância no painel e usar uma faca especial para o encurtar para o tamanho requerido.
  3. Fixar o painel com parafusos da mesma forma que o painel original, e depois colar a baguete à volta do perímetro.

Há também o método sem moldura. No entanto, é raramente utilizado, porque só é prático quando a superfície do tecto é lisa e uniforme. Não são requeridas batedores. Tudo o que precisa é de pregos líquidos ou outras misturas adesivas. Um pré-requisito importante para o tratamento é o ar seco da sala.

Tudo o que resta é aplicar a mistura adesiva uniformemente com uma talocha, afectando toda a superfície. Isto pode ser feito através da aplicação de calafetagem em fossos existentes.

O método sem moldura é muito mais simples, mais económico. No entanto, tem as suas desvantagens significativas:

  • Não é possível instalar holofotes.
  • Também não pode ser utilizado em salas com elevada humidade, bem como com superfícies irregulares.

O melhor e mais fiável método é fixá-lo a uma estrutura ou ripa.

Como cuidar dos painéis de tecto

Uma das principais vantagens dos painéis de tecto em plástico é que são fáceis de limpar e manter. Por vezes, basta limpar o pó com uma esponja ou pano húmido. Isto também será suficiente para remover fuligem e gordura acumuladas, que são inevitavelmente recolhidas durante a cozedura frequente e activa e quando não há sistema de ventilação de exaustão.

A água saponácea é utilizada para uma sujidade particularmente pesada. Não utilizar materiais abrasivos ou escovas, uma vez que estes apenas danificarão a superfície.

A manutenção inclui também reparações atempadas, se necessário. Com a fixação da armação, só tem de substituir o painel defeituoso e deixar os outros intocados. O método sem moldura é um pouco mais complicado. Se os painéis tiverem sido colados, terá de remover o material peça por peça.

Um tecto em PVC na cozinha é uma solução excelente, prática e moderna. Tal cobertura é original e bela. Mesmo um tecto de plástico branco liso parece completamente diferente. A variedade de painéis de plástico permite-lhe criar um interior de cozinha único. Basta olhar para os painéis 3D! As donas de casa apreciarão a facilidade de manutenção de tais superfícies. A capacidade de imitar materiais naturais é de primeira qualidade. E isto é uma poupança significativa, porque a mesma pedra ou madeira são muitas vezes mais caras do que o plástico, e é mais difícil trabalhar com tais materiais.

Design Vagrant