Como escolher uma cozinha brilhante: frentes de design

Cozinhas

Ao projectar uma sala, os proprietários estão interessados nas vantagens e desvantagens do mobiliário. Uma cozinha brilhante pode tanto decorar uma sala como criar um efeito repulsivo. O resultado final e a sensação geral da sala depende da escolha correcta da cor, do acabamento da parede e da tonalidade do conjunto.

Para que estilos são adequados

Uma gama de cozinha de alto brilho pode ser utilizada para uma variedade de projectos de design, desde a estética moderna até à minimalista. Alguns proprietários optam pela alta tecnologia, outros pela moderna.

Moderno

Este estilo reúne elementos clássicos e tendências contemporâneas, e é adequado para todos os espaços. Todos os móveis de cozinha devem ter formas claras e simples que ampliem visualmente o espaço.

Em Art Nouveau não há pequenos detalhes no interior, vidro temperado e peças de aço são bem-vindos.

Minimalismo

Conhecida pela sua clareza e austeridade, a fachada deve ser monocromática. Desenho geral sem padrões e decorações, com base em 2 tons, a terceira tonalidade será um acento. É dada preferência a:

  • branco;
  • cinzento;
  • preto;
  • castanho;
  • tons beges.

Os vermelhos, azuis, verdes, amarelos, laranjas são utilizados para diluir o esquema básico de cores.

O minimalismo é alcançado pela combinação de vidro, plástico, aço, madeira natural e telhas cerâmicas. Os aparelhos estão integrados no espaço vital.

A extravagância da sala industrial é uma solução invulgar, mas tem os seus admiradores. As construções de comunicação e técnicas são deixadas expostas na sala. As paredes de tijolo ou betão estão presentes no acabamento, as frentes de cozinha brilhantes apenas na parte inferior, com prateleiras abertas em cima.

As cores escolhidas são castanho, preto, cáqui, off-white ou cinzento. Os tons de vermelho, laranja ou amarelo também podem ser utilizados como complemento.

Alta tecnologia

Foi concebido para salas espaçosas, onde são necessárias construções complicadas sem detalhes desnecessários. Poderia ser acabado para imitar madeira, pedra, aço ou betão.

Um armário de canto branco brilhante não seria um mau ajuste nesta sala, e poderiam também ser usados tons de prata, preto e branco acinzentado.

Cores populares para cozinhas brilhantes: Quais são as escolhas certas?

A escolha da cor é precedida por uma consideração da sala: se tem luz natural suficiente, uma loggia, etc. As combinações vencedoras incluem:

  • Branco – cabe bem em salas pequenas. A fachada de espelho e o tom de luz ajudarão a expandir visualmente o espaço, tornando-o leve e arejado.
  • Preto – combinado com incrustações de prata ou ouro, irá lembrar-lhe um clássico. É diluído com elementos de aço para reduzir a agressividade da tonalidade básica.
  • Preto e branco – a quantidade de uma cor depende do tamanho da sala. Em espaços maiores, os tons mais escuros são melhores, nos mais pequenos, os tons mais claros.

Vermelhos e outros tons (azul, amarelo, verde, misturas, cappuccinos) terão um aspecto brilhante e trendy. Os designers aconselham a não se deixarem levar: uma superabundância de um tom levará a um retrocesso, e uma tal cozinha tornar-se-á desagradável.

Como escolher uma cozinha brilhante: tipos de bases e desenhos de frentes

As cozinhas com frentes brilhantes são feitas de diferentes materiais. Têm de satisfazer requisitos padrão: serem de alta qualidade, duráveis e com uma aparência atraente. As variantes artificiais são mais baratas, e sobre as características não são muito diferentes das naturais.

  • Com uma fachada de filme – a base é produzida por tecnologias especiais, baseadas em aglomerado de partículas (resistente à humidade, durável e seguro). Um conjunto revela-se barato e parece esteticamente agradável. O filme brilhante imita o mármore, o esmalte e as superfícies têxteis. O acabamento não desvanece durante muito tempo, mantém a sua aparência original.
  • Com o plástico, ajuda a obter um brilho elegante. A frente é feita de aglomerado ou MDF, e uma base de plástico é colada à superfície exterior (usando alta temperatura e pressão). Caracteriza-se por uma longa vida útil e por uma maior resistência à humidade.
  • Com vidro – o composto endurecido e resistente é conhecido pela sua fiabilidade, segurança e durabilidade. As superfícies de vidro são não tóxicas, inofensivas e inodoras. Não sofrem de humidade constante e raramente são arranhados. O vidro pode ser transparente ou colorido, revestido com uma impressão fotográfica (maçã ou outras frutas) ou uma película de vinil decorativa.

As superfícies plásticas não reagem bem à luz solar directa. O mobiliário teria de ser colocado longe da janela ou coberto por uma cortina grossa.

Superfícies e cuidados de cozinha de alto brilho

O material é caprichoso e terá de ser feito algum esforço para o manter perfeitamente limpo. Há algumas regras gerais que devem ser tidas em conta quando se trata de cuidar de uma cozinha brilhante:

  • evitar danos mecânicos – não utilizar escovas duras e produtos de limpeza a seco;
  • evitar a luz solar directa – caso contrário, o tecido pode descolorir;
  • polimento com ceras especiais.

Ao observar estas condições, pode prolongar a vida do seu mobiliário e manter a sua aparência atraente e beleza original. É impossível restaurar uma frente amarelada ou arranhada porque é impossível branquear uma bancada de trabalho.

Verdades e mitos sobre frentes de cozinha brilhantes

Frentes suaves têm muitos prós e contras, o que tem dado origem a muitos mitos. A chave para rumores comuns sobre tais superfícies é:

  • O problema da visibilidade das impressões digitais – existe, mas apenas sob luz natural e quando se vê a fachada a curta distância. Sob aparelhos de iluminação artificial (“eco-lum”, etc.) estão escondidos. Na maioria dos casos, estão localizados perto das pegas, e a sua visibilidade depende da cor e textura da superfície. As marcas de mão são melhor vistas em móveis de cor clara. Nas cozinhas com brilho, madrepérola, madeira ou imitações de pedra, são pouco visíveis.
  • A limpeza é uma questão individual, dependendo da limpeza e da frequência da cozedura. Algumas donas de casa tentam limpar a cozinha todos os dias do mais pequeno pó, enquanto outras não prestam atenção às impressões que ficam no espaço de um mês. Em comparação com os acabamentos de superfície mate, as superfícies brilhantes precisam de ser limpas com mais frequência.
  • Facilidade de limpeza – qualquer contaminação é mais fácil de remover de fachadas brilhantes. Acabaram-se os agentes de limpeza agressivos: o mobiliário perde o brilho, torna-se baço e mostra sinais de danos.
  • Parece melhor – quando comparado com frentes foscas, isso é um bom ponto. Os desenhadores desaconselham frentes brilhantes, mas não se pode optar por tectos brilhantes ou pavimentos semelhantes quando se compra um conjunto deste tipo.
  • Aumentar o espaço – uma sala parece maior por causa das superfícies reflectoras. Para cozinhas compactas, este tipo de mobiliário é uma escolha popular. Como as superfícies brilhantes reflectem a luz, a cozinha vai parecer mais brilhante e maior.

Em qualquer caso, ao escolher um conjunto de cozinha é necessário escolher o estilo geral certo, é melhor optar por uma solução de design pronto a usar.

Cores mais escuras para espaços mais pequenos podem dar à sala um pouco de aperto, fazendo-a sentir-se desconfortável e pouco convidativa. Muito depende do resto da decoração; muita decoração, tentando misturar rústica e brilhante com o resto da decoração, pode fazer um quarto parecer ridículo. Antes de tomar a sua decisão final, pode navegar na Internet para ver o que está disponível e avaliar realmente a sua própria cozinha.

Design Vagrant